O Que Faz Um Cabo de Rede Ser Mais Caro

Se você está pesquisando sobre Cabo de Rede e está em dúvida sobre qual comprar, não se preocupe, nós vamos te ajudar a entender porquê existe tanta disparidade de preço e tantas categorias e modelos.

Muitos leitores, seguidores e clientes das mídias sociais da ED CABOS ficam espantados quando se deparam com o preço do Cabo de Rede Blindado da marca Furukawa, por exemplo, ou até os preços do Patch Cord CAT7, e dizem: Nossa! que caro, porque esse preço?
E é exatamente disso que vamos tratar adiante, fique conosco até o final para que as dúvidas desapareçam de uma vez por todas.

Para tomar a melhor decisão na escolha de um Cabo de Internet, é essencial ter prévio conhecimento sobre cada tipo de cabo e seu emprego em cada situação.

Por isso vamos listar adiante Sete Qualidades Que Fazem Com Que Um Cabo de Rede Se Torne Mais Caro.

 

Qualidade Número 01

  • Composição

A composição de um Cabo Ethernet é um fator importante na relação de preço, isso porque existem dois materiais que são usados como filamento interno, que são alumínio e cobre.
A lógica é bem simples, quanto mais cobre na composição, melhor a transmissão de dados. Como o cobre é um metal de valor maior que o alumínio, é evidente que o preço do Cabo de Cobre Nu será mais elevado que o preço do Cabo de Aluminio Cobreado.
Logo, nós temos disponível no mercado 2 tipos de filamento interno nos Cabos de Rede: Puro Cobre (100% Cobre) ou Alumínio Cobreado (30% Cobre).
Então quando um Cabo de Internet tiver um preço mais elevado, certifique-se de que ele é um Cabo 100% Cobre.

 

Qualidade Número 02

  •  Bitola

A bitola do filamento interno também é determinante para a valorização do cabo, quanto maior a bitola, melhor a qualidade de transmissão em longas distâncias. O padrão mais comum entre as medidas do diâmetro interno de um Cabo de Rede é o AWG, que significa American Wire Gauge, ou seja, Escala Americana Normalizada. AWG é o nome da unidade de medida usada para padronização de fios e cabos elétricos. Quanto menor o número do AWG, maior o diâmetro em relação a mm².
Os modelos de Cabo de Rede RJ45 possuem duas medidas em geral, que são 24AWG e 23AWG, logo:

  • 24 AWG = 0,20 mm² aproximadamente
  • 23 AWG = 0,26 mm² aproximadamente

É comum que um Cabo de Rede Cat6 seja de 23AWG, porém existem também modelos de CAT6 de 24AWG, como o Cabo Cat6 Sohoplus da Furukawa.
Obviamente um cabo com 23AWG será mais caro em várias situações.

 

Qualidade Número 03

  • Blindagem

A blindagem de um cabo serve para proteger o seu sinal contra interferências eletromagnéticas quando passado por tubos juntamente com outros cabos elétricos. Essa blindagem consiste em uma fita aluminizada ou malha que envolve as vias internas de um Cabo de Rede. Logicamente isso também valoriza o cabo, por conta da confecção e do material a mais que é utilizado na construção deste Cabo FTP ou STP.
Existem 3 tipos de blindagem, as quais nós já falamos em nosso canal e você pode acessar esse conteúdo clicando no link Tipos de Blindagem.

 

Qualidade Número 04

  • Capa

A qualidade da capa também influencia no preço porque existem algumas especificações próprias para cada situação. Ela define, por exemplo, se um cabo pode ser usado ou não em ambiente externo, costumam ser chamados de Cabo de Rede com Capa UV ou Dupla Capa, estes cabos são produzidos com capas mais resistente à exposição ao tempo e isso também encarece no preço final do cabo.

Mas a diferença entre capas não se limita a interno e externo, porque elas também se diferenciam na composição, o que faz com que umas sejam mais apropriadas que outras para cada situação.
Basicamente, os modelos de capa são CMX, CM, CMR, CMP e LSZH.

 

  • 4 Critérios de Qualidade de Capa

Os critérios adotados para qualificar a capa de um cabo de rede são: Resistência a Flamabilidade, Baixa Geração de Fumaça, Gases Tóxicos e Corrosividade. Calma que não é tão complicado quanto parece, vamos ver o que cada uma delas tem de especial, começando da mais simples para a mais sofisticada.

  • CMX: A Capa CMX é utilizada em instalações residencias com pouca concentração de cabos e tem uma qualidade regular em relação aos critérios.
  • CM: Já a Capa CM possui mais resistência a flamabilidade do que a CMX, ou seja, uma capa que retarda chamas. Cabos com capa CM são utilizados em instalações horizontais genéricas e instalações com alta ocupação, em locais com fluxo de ar forçado.
  • CMR: A Capa CMR tem a mesma qualidade da Capa CM, mas com uma vantagem quando a instalação é vertical em "Shafts" prediais, por exemplo, ou intalações que ultrapassem mais de um andar, em locais sem fluxo de ar forçado.
  • CMP: A Capa CMP serve para aplicação horizontal em locais fechados ou confinados, com ou sem fluxo de ar forçado. Ela possui a melhor resistência a flamabilidade dentre as capas citadas e também gera menos fumaça em relação às capas CMX, CM e CMR.
  • LSZH: A Capa LSZH está melhor posicionada e é a mais solicitada quando o assunto é qualidade. Ela ganha de todas as outras capas observando-se os critérios de qualidade. LSZH quer dizer 'Low Smoke Zero Halogen', que significa 'Baixa Fumaça e Zero Halogênio', ou seja, possui baixa emissão de fumaça e não gera gases tóxicos durante o processo de queima.

 

Então quanto mais sofisticada a capa, maior a tendência de alta de preço.

 

Qualidade Número 05

  • Categoria

A categoria do Cabo RJ45 influencia muito em seu valor, pois é a categoria que vai definir a velocidade e a taxa de transmissão do Cabo UTP ou Cabo FTP. As categorias são definidas como Cat5e, Cat 6, Cat6A, Cat 7, Cat7A e Cat8. Nós já falamos sobre Categorias de Cabo de Rede em nosso canal e você pode acessar pelo link Categoria de Cabo de Rede.
Quanto maior a categoria, maior a velocidade, maior a frequência e maior a bitola. Então é evidente que um Cabo Cat7 será mais caro que um Cat5e.

 

Qualidade Número 06

  • Certificação

Quando um cabo tem certificação, significa que passou nos testes de qualidade conforme as normas técnicas. A certificação mais importante é a Homologação pela Anatel, quando um cabo tem essa certificação gera muito mais confiança. Tem também a certificação Fluke e o selo de Qualidade ABNT Ambiental que alguns cabos da Furukawa possuem.
Cabos certificados serão mais caros que os cabos não certificados em via de regra.

 

Qualidade Número 07

  • Marca

A marca exerce grande influência sobre o preço de qualquer produto, e com Cabos de Rede não é diferente, existem marcas que estão melhor posicionadas no mercado e possuem muita credibilidade, podendo assim cobrar mais caro por seus produtos.

***


Agora que temos postos os critérios de qualidade, podemos concluir que um cabo de rede vai se tornar mais caro quando ele possuir mais qualificações como, por exemplo, ser um Cabo Homologado pela Anatel, 100% Cobre, Capas CM ou acima, categorias mais elevadas, blindagem ou Capa UV para ambiente externos, além de selos de qualidade e marcas famosas.

Aqui na ED CABOS você encontra diversas categorias e qualidades de cabos de rede, podendo escolher aquele que melhor te atenda dentro do seu orçamento.
As melhores marcas são Furukawa, Amp Commscope e Nexans, seguidas da marca Copperlan. Temos também cabos mais em conta, porém de qualidade, das marcas Cabel e Bluecom que são homologados.

Agora que você já tem os critérios objetivos do padrão de qualidade, saberá por si mesmo avaliar se um cabo de rede está caro ou não, ou se simplesmente ele é de alto padrão e por isso seu preço é mais elevado.

Espero que tenha ajudado, grande abraço e até a próxima.

ED Cabos, Loja de Cabos Santa Ifigênia, Cabo HDMI e Cabo AFT